Al Capone: fatos e fotos marcantes do mafioso Scarface

Biografias, Crime Organizado, Criminosos, Curiosidades, Máfia, Personalidades, Século XX Al Capone: fatos e fotos marcantes do mafioso Scarface
* Por Italo Magno


Al Capone

Al Capone, o mafioso mais conhecido dos Estados Unidos, enquanto assistia um jogo de futebol-americano.

Al Capone, o maior mafioso da história americana, liderou a Chicago Outfit durante o auge da Lei Seca e foi considerado o “Inimigo Público Número 1 dos Estados Unidos”. Durante seu reinado, “Scarface”, como era conhecido, comprou políticos, policiais e juízes e comandou jogos de azar, bordéis, bares clandestinos, corridas de cães, bem como monopolizou o grande negócio proibido de bebidas alcoólicas.

A vida de Al Capone no crime

Al Capone era filho de imigrantes italianos e cresceu no Brooklyn, em Nova Iorque. Na década de 1920, se mudou para Chicago e passou a integrar a gangue de Johnny “O Terrível” Torrio. Em 1925, Torrio foi substituído por Al Capone e se retirou da vida criminosa após ser gravemente ferido pela gangue rival, liderada por George “Bugs” Moran. Em um curto espaço de tempo, Al expandiu os negócios e colocou diversas outras gangues sob seu comando. Estima-se que a Chicago Outfit contava com cerca de 700 membros fortemente armados com escopetas e submetralhadoras. No auge de seu poder, em 1927, quando tinha apenas 28 anos de idade, Al Capone arrecadou U$ 105 milhões e ostentou toda sua fortuna com roupas de luxo, jóias, além de comprar para si e seus guarda-costas, seções inteiras de assentos de teatro.

Scarface (cara de cicatriz)

Al Capone, o Scarface

Uma das raras fotos de Al evidenciando suas cicatrizes no rosto, marca que obteve em uma briga na adolescência.

Al Capone tinha o apelido de Scarface (“Cara de Cicatriz”), devido a uma cicatriz do lado esquerdo de sua face que contraiu durante uma briga. A versão conhecida diz que quando ainda era jovem, Al trabalhava em uma pousada em Coney Island, quando em uma noite, fez um comentário impróprio para uma mulher no bar, fazendo com que o irmão dela acertasse um soco que cortou seu rosto, deixando a famosa cicatriz que lhe rendeu seu famoso apelido.

o lado filantrapo de Al

Trabalhadores desempregados fazem fila para se alimentar de graça em Chicago durante a Grande Depressão. A placa dizia "Copos de café e rosquinhas grátis para os desempregados".

Trabalhadores desempregados fazem fila para se alimentar de graça em Chicago durante a Grande Depressão. A placa dizia “Copos de café e rosquinhas grátis para os desempregados”.

Quando a Bolsa de Valores quebrou e a Grande Depressão atingiu os Estados Unidos em 1929, Al Capone foi a primeira pessoa a abrir refeitórios para os trabalhadores desempregados. Também instituiu um programa que forneceu leite gratuitamente para crianças em idade escolar em toda Chicago. Além disso, ordenou lojistas para que doassem alimentos e roupas aos pobres às suas próprias custas. Graças a essas atitudes generosas, algumas pessoas o consideravam como um “Robin Hood dos tempos modernos”.

O carro favorito

Carro blindado de Al Capone

Mafiosos ao lado de um dos carros da Chicago Outfit.

O carro favorito de Al Capone era um Cadillac Sedan 1928 V8 customizado por Joe Bergl. O modelo era blindado com placas de aço e janelas à prova de balas. Em 1971, um dos veículos desse modelo que Al Capone possuía foi vendido em um leilão em 1971 por U$ 37.000 (trinta e sete mil dólares). O lance vencedor foi cerca de U$ 8.000 (oito mil dólares) a mais do que o preço pago pelo Lincoln Continental Sedan 1963 que pertencia ao ex-presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy.

O Massacre do Dia de São Valentim

Massacre do Dia de São Valentim

Cadáveres espalhados no chão no dia do Massacre do Dia de São Valentim

Em 1929, durante o Dia de São Valentim (data em que se comemora o Dia dos Namorados nos Estados Unidos), os atiradores de Al Capone foram até um depósito clandestino em Lincoln Park, Chicago, pertencente ao mafioso rival George “Bugs” Moran. Disfarçados de policiais, fingiram realizar uma “batida policial” e metralharam 7 rivais inimigos à queima roupa. Apenas um cão da raça pastor-alemão foi poupado durante a chacina. Ninguém nunca foi julgado ou sequer responsabilizado criminalmente pelo conhecido “Massacre de São Valentim”.

Al Capone é preso por desacato

Al Capone conversa com um homem antes de comparecer ao júri em março de 1929.

Al Capone conversa com um homem antes de comparecer ao júri em março de 1929.

Em março de 1929, Al Capone foi intimado pelo Bureau of Investigation (renomeado posteriormente para Federal Bureau of Investigation – FBI – em 1935), a comparecer a um Grande Júri Federal em Chicago. Depois de adiar o comparecimento alegando problemas de saúde, Scarface compareceu perante o júri no dia 20 de março de 1929, contudo, ao deixar o foro, foi preso por desacato ao tribunal. O mafioso foi preso e liberado logo em seguida, e uma audiência referente ao seu desprezo pela justiça foi marcada para uma data futura.

Capa da revista Time

Al Capone aparece como capa da revista Times do dia 24 de março de 1930.

Capa da revista Times do dia 24 de março de 1930.

Al Capone se tornou uma celebridade nos Estados Unidos e sua foto apareceu como capa da revista semanal Time no dia 24 de março de 1930. Scarface possuía muitos amigos no meio empresarial, político e artístico. Apesar de sua reputação violenta e sua ligação com o crime organizado, assumiu ares de respeitabilidade como um legítimo empresário e filantropo.

A Prisão de Scarface em 1931 por sonegação de impostos

Al Capone é condenado por sonegação de impostos em 1931 e cumpre pena em Alcatraz

Al Capone é condenado por sonegação de impostos em 1931 e cumpre pena em Alcatraz

Al Capone foi condenado tão somente em 1931 por sonegação de impostos. Primeiramente, cumpriu pena na Prisão Federal de Atlanta e, em 1934, foi transferido para a famosa prisão de Alcatraz, na baía de São Francisco. Durante seu tempo em Alcatraz, adoeceu, resultado de um caso antigo de sífilis. Libertado em 1939, após ficar apenas sete anos, seis meses e 15 dias atrás das grades, viveu uma vida reclusa e tranquila até sua morte.

A morte de Al Capone

O funeral de Al Capone

O funeral de Al Capone

O notório gangster Al Capone morreu no dia 25 de janeiro de 1947 em sua casa na Flórida, vítima de um acidente vascular cerebral e pneumonia. Ele foi enterrado em um jazigo da família no Mount Olivet, cemitério de Chicago, em uma cerimônia simples conduzida pelo padre da família (o arcebispo proibiu que fosse realizado um grande funeral). O Monsenhor William Gorman disse aos repórteres: “A Igreja nunca tolera o mal… esta breve cerimônia serve para reconhecer sua penitência e o fato de que ele morreu fortificado pelos sacramentos da Igreja”. Os restos mortais de Al Capone foram posteriormente transferidos para uma sepultura no cemitério de Mount Carmel, no Condado de Cook, Illinois.

Revólver leiloado

Revólver Colt de Al Capone leiloado

Revólver modelo Colt .28 leiloado em 2011.

Em 2011, o revolver modelo Colt .28 banhado a níquel pertencente ao mafioso e fabricado em maio de 1929 (apenas seis meses após o Massacre do Dia de São Valentim), foi vendido em Londres pela casa de leilões Christie para um colecionador particular pelo valor de U$ 110.000 (cento e dez mil dólares).

Referências:
Al Capone – Chicago Crime Boss and Bootlegger. Thought.Co.
15 Fascinating Facts about Al Capone. Your Topic.
Al Capone Facts. American Historama.
Tamerlan Tsarnaev Is Buried in Virginia: Where Other Notorious Criminals Were Laid To Rest. Time Magazine.
Al Capone’s Handgun Sells for $110,000 At Auction. Time Magazine.

Siga o Museu de Imagens no Facebook!

Fique por dentro de todas as postagens e imagens ao seguir nosso perfil do Facebook. O seu apoio é muito importante para a manutenção e crescimento do projeto. Obrigado.

FECHAR