A execução do general alemão Anton Dostler

Criminosos, Genocídios, Guerras, Personalidades, Segunda Guerra Mundial A execução do general alemão Anton Dostler
* Por Italo Magno


Execução do general Anton Dostler

O general alemão da Wermacht Anton Dostler é amarrado a uma estaca antes de sua execução por um pelotão de fuzilamento em Aversa, Itália, em 1 de dezembro de 1945.

Anton Dostler, comandante do 75º Corpo do Exército Alemão, foi condenado à morte por uma Comissão Militar dos Estados Unidos em Roma por ter ordenado o fuzilamento de 15 prisioneiros de guerra americanos desarmados, em La Spezia, Itália, no dia 26 de Março de 1944.

O crime cometido por Anton Dostler

Na noite de 22 de março de 1944, dois oficiais e treze homens alistados do 2677º Batalhão de Reconhecimento Especial do Exército dos Estados Unidos, desembarcaram uniformizados de alguns barcos da Marinha na costa italiana, perto de Stazione di Framura, com a missão de destruir um túnel ferroviário na linha principal entre La Spezia e Gênova que era usado pelas forças alemãs para suprir suas forças de combate nas frentes de Monte Cassino e a cabeça de praia Anzio. Todo o grupo foi capturado na manhã de 24 de março de 1944 por uma patrulha composta de soldados fascistas italianos e um grupo de membros do Exército alemão. Os quinze homens foram interrogados em La Spezia e mantidos sob custódia até a manhã de 26 de março de 1944, quando sob ordens do general Anton Dostler, foram todos executados por um pelotão de fuzilamento, sem direito a julgamento ou audiência.

Dostler declarou em sua defesa que ordenou a execução baseada na ordem emitida diretamente por Adolf Hitler em 18 de outubro de 1942, que estabelecia que soldados Commandos não fossem feitos prisioneiros de guerra, sendo que o oficial alemão que desrespeitasse tal ordem poderia ser julgado por uma corte marcial.

Anton Dostler ingressou na Wermarcht em 1910 e serviu como um oficial subalterno durante a Primeira Guerra Mundial. Dentre suas atribuições durante a Segunda Guerra Mundial, comandou o 75º Corpo de Exército entre janeiro e julho de 1944 na Itália.

Referências:
Foto: National Archives and Records Administration, College Park. United States Holocaust Memorial Museum-
The Nizkor Project. The Trial of German Major War Criminals.