Revolta da Vacina: bonde virado na Praça da República

Brasil, Política, Século XX Revolta da Vacina: bonde virado na Praça da República
* Por Talita Lopes Cavalcante


Bonde virado na praça da República por ocasião da Revolta da Vacina, 1904.

Bonde virado na praça da República por ocasião da Revolta da Vacina, 1904.

A Revolta da Vacina

Uma das primeiras e mais importantes revoltas populares durante a primeira República, em busca dos direitos da população pobre, a Revolta da Vacina eclodiu em 1904 no Rio de Janeiro. Os insurgentes se revoltaram devido à violência utilizada contra a população para a vacinação forçada durante a operação montada pelo sanitarista Oswaldo Cruz, Diretor Nacional de Saúde Pública, no Rio de Janeiro, capital brasileira na época.

A campanha foi feita a mando do Presidente Rodrigues Alves, como parte de uma série de reformas e projetos de urbanização. A determinação era a de que os agentes sanitários entrassem nas casas das pessoas, desnudassem mulheres e crianças, em sua maioria contra sua vontade, para aplicar a vacina contra a febre amarela e varíola. Na imagem, populares derrubaram um bonde em protesto durante a revolta.

Foto: © Marianno da Silva. Acervo da Fundação Biblioteca Nacional.
Rio de Janeiro, foto publicada na revista da semana de 27 de novembro de 1904.