Centralia: a verdadeira Silent Hill

Curiosidades, Século XIX, Século XX Centralia: a verdadeira Silent Hill
* Por Talita Lopes Cavalcante


Centrália foi a inspiração para a criação da cidade fictícia Silent Hill

Imagem de Centrália antes de começar a ser evacuada. Foto dos arquivos de Offroads.

Silent Hill é uma das mais conhecidas séries de jogos Survival Horror, que também serviu de inspiração para o filme “Terror em Silent Hill” (2006), do roteirista Roger Avary. Segundo Roger, a cidade fictícia fora baseada em Centralia, que fica no estado da Pensilvânia, a noroeste dos Estados Unidos. Localizada no condado de Columbia e fundada em 1841 como uma pequena vila, Centrália tinha como atividade principal a exploração do carvão mineral, extraindo-o das minas que se encontravam logo abaixo da cidade.

Um dos inúmeros incêndios que atingiu o distrito comercial de Centralia.

Na madrugada de sexta-feira, em 4 de dezembro de 1908, outro incêndio atinge a cidade de Centralia. Esse seria apenas um dos inúmeros incêndios que fariam parte da história da cidade. Foto: Columbia County Historical and Genealogical Society

Após inúmeras histórias de incêndios e assassinatos ao longo do início do século XX, na década de 1960 ocorreu um acidente nas minas que marcaria a história e destino da cidade. Anteriormente queimados em outro local, no dia 27 de maio de 1962, ao lado do Cemitério Odd Fellows, foram queimados entulhos do aterro da cidade, fazendo com que as chamas se alastrassem pelas minas subterrâneas. O acontecimento destruiu casas e edifícios, produziu gases que em grande quantidade eram letais e transformou o chão da cidade em uma plataforma instável, com grandes rachaduras que logo começaram a se abrir.

O incêndio que colocaria o ponto final da história da cidade ocorreria 50 anos depois.

Outro grande incêndio em Centralia, 1914. Foto: Columbia County Historical and Genealogical Society.

Diversas tentativas de combate ao fogo foram adotadas, entretanto, todas tendo falhado. Ainda na década de 1970, o chão da cidade continuava instável e liberando gases venenosos. Finalmente em 1984, o governo do estado da Pensilvânia gastou 42 milhões de dólares para evacuar a população do local. Apesar da diáspora em Centralia, algumas poucas famílias decidiram ficar, ainda que as autoridades tivessem avisado dos perigos. No ano de 2002 os Correios dos EUA revogaram o código postal de Centrália e em 2009 o governador Ed Rendell começou o despejo formal dos poucos residentes que ainda lá permaneciam.

Foi o fim formal da próspera cidade de mineradores. Os poucos que ficaram e desafiaram uma determinação judicial alegaram que o incêndio nunca se espalhou pelos subterrâneos e o verdadeiro motivo por trás da determinação do governo era o interesse nas terras para mineração. Após já terem tentado de forma frustrada em 1992, em maio de 2009 foi criada uma nova ação na justiça, a pedido dos moradores remanescentes, para reverter a decisão de 1992, mas novamente foi rejeitada dois anos depois.

Após o incêndio de 1962, a cidade de Centralia nunca mais se recuperou.

Foto atual da cidade.

Atualmente, poucas casas permanecem de pé em Centralia, a maioria dos edifícios abandonados foram demolidos por humanos ou pela natureza, algumas áreas da cidade foram tomadas por uma floresta recente, vários avisos de fogo subterrâneo, chão instável e monóxido de carbono permanecem presentes e fumaça e vapor podem ser vistos saindo da porção abandonada da Rota 61, estrada foi reparada inúmeras vezes até finalmente ser definitivamente fechada em 1993.

A equipe do Museu de Imagens buscou informações para creditar a última imagem, contudo, nada foi encontrado. Caso saiba alguma informação a respeito de sua autoria, entre em contato.
Referência:
– O’Carol, Eoin. 2010-02-05. “Centralia, Pa.: How an underground coal fire erased a town” Christian Science Monitor.
Columbia County Historical and Genealogical Society