O anúncio da cura funcional da AIDS em um bebê em 2013

Atualidades, Curiosidades, Século XXI O anúncio da cura funcional da AIDS em um bebê em 2013
* Por Talita Lopes Cavalcante


A Dra. Deborah Persaud anuncia a cura funcional do vírus da AIDS em uma conferência nos EUA.

A Dra. Deborah Persaud anuncia a cura funcional do vírus da AIDS em uma conferência nos EUA em 04.03.2013.

No dia 04 de março de 2013, médicos dos Estados Unidos anunciaram que uma menina de dois anos no Mississippi, que nasceu com o HIV, foi curada depois de receber tratamento com medicamentos convencionais contra o HIV quando tinha apenas 30 horas de idade. A Dra. Deborah Persaud disse que os médicos acreditam que o tratamento muito precoce foi a chave. Sua descoberta pode levar a uma cura para bebês nascidos com HIV, vírus que causa a AIDS.

A cura funcional do vírus da AIDS em um bebê nos EUA

Uma menina soropositiva do Estado do Mississipi não está mais infectada pelo vírus após deixar o tratamento por cerca de um ano. Contudo, há de se levar em consideração circunstâncias especiais no caso da garotinha, como o fato dos médicos terem conseguido atingir o vírus muito cedo e de forma incisiva, o que não é possível em adultos, que descobrem que contraíram pelo HIV meses e até anos depois da contaminação, quando o vírus já está completamente estabelecido. O caso foi apresentado em uma conferência em Atlanta, nos EUA, pela médica Deborah Persaud, virologista do Centro da Criança Johns Hopkins. A criança foi tratada com remédios antirretrovirais 30 horas após seu nascimento, um procedimento que não é o normalmente adotado nesses casos.

O vírus da AIDS apareceu primeiro na África no começo do século 20 e se transformou em um problema de saúde global na década de 1980, matando mais de 25 milhões de pessoas nas últimas três décadas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Ainda que a cura não esteja ao alcance de adultos, a descoberta é um avanço para recém nascidos contaminados com o HIV, sendo também uma esperança na redução do número de crianças soropositivas.
De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), existem mais de 3 milhões de crianças vivendo com vírus da Aids e, caso estudos futuros comprovarem o resultado e indicarem que o método funciona com outros bebês, o tratamento de recém-nascidos infectados em todo o mundo deverá mudar, dizem especialistas.

Referências:
Médicos americanos dizem ter curado bebê infectado com vírus da AIDS. Folha de São Paulo.
Cientistas anunciam possível cura do HIV em criança nos EUA. Jornal do Brasil.
Apesar de avanços, cura do HIV para maioria ‘ainda está longe’. James Gallagher Repórter de Ciência e Saúde, BBC News.