O último sorriso de um espião soviético

Século XX, Segunda Guerra Mundial O último sorriso de um espião soviético
* Por Talita Lopes Cavalcante


O último sorriso do espião soviético desconhecido.

O último sorriso do espião soviético desconhecido.

Momentos antes de levar o tiro fatal, o espião esboça seu último sorriso em tom desafiador ao seu algoz em Rukajärvi, no leste de Karelia, perto da fronteira entre Rússia e Finlândia, em novembro de 1942.

O último sorriso do espião desconhecido

A foto original foi tirada em 1942, na Finlândia, porém só foi reconhecida pelo Ministério da Defesa do país em 2006. Naquela época, a Finlândia estava ajudando a Alemanha nazista ao cerco em Leningrado e possivelmente o espião soviético fora capturado durante o avanço das tropas alemãs. Na sequência de imagens, o oficial nazista aponta uma arma para o espião soviético e em seguida desfere um tiro fatal. Apesar da morte iminente, o espião não deixa de zombar da situação até o último minuto, dando um sorriso para o fotógrafo. A identidade do homem nunca ficou conhecida. Na época em que a foto foi publicada, muitas pessoas duvidaram de sua autenticidade até que a sequência do evento foi revelada com as imagens a seguir:

Tiro fatal no espião soviético

Exato momento em que o homem é alvejado.

A foto só foi aceita como verdadeira em 2006

A última foto comprova o destino final do espião de identidade desconhecida.