Experiência Trinity: o início da era atômica

Armas Históricas, Guerras, Século XX, Segunda Guerra Mundial Experiência Trinity: o início da era atômica
* Por Italo Magno


Experiência Trinity

“Tornei-me a Morte, a destruidora de mundos.”

Se o brilho de mil sóis explodissem no céu, isso seria como o esplendor do Poderoso Ser, Tornei-me a Morte. Destruidora de mundos.

A Experiência Trinity

Às 05 horas, 29 minutos e 45 segundos do dia 16 de julho de 1945, a primeira bomba atômica da história explodiu com uma energia equivalente a 19 kt de TNT (87,5 TJ). Deixou no deserto uma cratera radioativa de 3 metros de espessura por 330 metros de diâmetro. No momento da detonação, as montanhas circundantes foram iluminadas com mais intensidade do que o sol por breve momento que durou um ou dois segundos, sendo relatado, no acampamento-base, um calor tão intenso como o de um forno. As cores observadas variaram de púrpura a verde e, eventualmente, branca. O som da onda de choque levou 40 segundos para chegar até os observadores e a explosão foi sentida a mais de 160 km de distância, tendo o cogumelo atômico chegado à 12 km de altura. Cerca de 260 pessoas estavam presentes no teste, nenhuma a menos de 9 km.

Foram construídos três pontos de observação de madeira reforçados com concreto e cobertos com terra a cerca de 10 quilômetros a norte, sul e oeste do marco zero da explosão (codinomes Able, Baker, e Pittsburgh, respectivamente). O bunker Baker serviu como centro de controle para o teste, local onde o cientista chefe J. Robert Oppenheimer conduziu o teste.

A Base Aérea de Alamogordo emitiu um comunicado à imprensa de 50 palavras, dando conta de que havia ocorrido “uma explosão de um depósito remoto de munições, na qual ninguém tinha morrido ou sofrido ferimentos”. A verdadeira causa da explosão foi confirmada publicamente apenas após o êxito do ataque a Hiroshima em 6 de Agosto do mesmo ano.

Gadget Trinity

Gadget da bomba utilizada na Experiência Trinity.

Os resultados do teste foram encaminhados ao presidente dos Estados Unidos Harry S. Truman, que ansiosamente esperava por eles na Conferência de Potsdam. A mensagem codificada “Operated this morning. Diagnosis not complete but results seem satisfactory and already exceed expectations… Dr. Groves pleased.” chegou às 7 horas e 30 minutos do dia 16 de julho. Em face do sucesso da Experiência Trinity, duas bombas foram preparadas para uso contra o Japão.

A primeira, batizada de Little Boy, foi lançada em Hiroshima no dia 6 de agosto. A segunda, conhecida como Fat Man, foi lançada em Nagasaki em 9 de agosto. Os bombardeamentos de Hiroshima e Nagasaki mataram de imediato, pelo menos, 120.000 pessoas e forçaram a rendição incondicional japonesa nos dias consequentes.

trinity ponto zero

“Ponto zero” da experiência Trinity sendo vistoriado após a explosão.

O diretor de Los Alamos, Robert Oppenheimer, referiu mais tarde que, ao observar a demonstração dos efeitos da Experiência Trinity, lhe veio à memória uma frase do texto sagrado hindu Bhagavad Gita:

If the radiance of a thousand suns
were to burst into the sky,
that would be like
the splendor of the Mighty One
I am become Death, the shatterer of Worlds.

Tradução:

Se o brilho de mil sóis
explodissem no céu,
isso seria como
o esplendor do Poderoso Ser
Tornei-me a Morte
Destruidora de mundos.