Fairy Soap: anúncio racista dos anos 1940

Século XX, Televisão Fairy Soap: anúncio racista dos anos 1940
* Por Talita Lopes Cavalcante


Anúncio racista dos anos 1940 (Fairy Soap)

Em um anúncio racista publicado nos anos 1940, uma garota branca pergunta para uma negra “Por que sua mãe não limpa você com sabão de fada (Fairy Soap)?”. A ideia era mostrar o quão eficiente poderia ser o sabão, apelando justamente para uma situação puramente racista.

O anúncio racista dos anos 1940

Antes utilizados como cartazes e panfletos espalhados pelas cidades e mesmo em propagandas de cinemas, os anúncios evoluíram para outros meios de comunicação em massa, como as publicidades televisivas a partir dos anos 1940 e 1950, ocorrida com o crescimento da venda de televisores para o grande público.Após a Revolução Industrial e a consequente expansão dos parques industriais ao redor do mundo, as empresas começaram a explorar cada vez mais os anúncios publicitários.

Desde o início, o marketing empresarial utilizou bastante o apelo racista, vez que era um espelho do pensamento da sociedade da época. Desta forma, era muito comum ver propagandas de cunho racista, onde se via uma criança branca perguntando para a outra, que é negra propositalmente, o porquê da mãe não usar nela um determinado sabão, para que assim a criança negra ficasse branca.

Com o final da Segunda Guerra Mundial e a consequente recessão econômica que atingiu boa parte dos países do mundo, as indústrias e seus setores de marketing passaram a se preocupar com a ampliação do mercado e, desta forma, começaram a se precaver de criarem propagandas racistas para não excluírem essa fatia do mercado, até então pouco explorada. Apenas em meados os anos 1950 que os anúncios racistas foram sendo deixados de lado. Nos Estados Unidos, tais anúncios vigoraram por mais tempo até e só foram cancelados com a igualdade de direitos civis entre brancos e negros.

Referências:
“Why Doesn’t your mamma wash you with Fairy Soap?”. © Fairbank, N.K., Company. Smithsonian Institution.
“Racist Ads”. Stanford School of Medicine.
“The History of Fairy Soap”. Fairies World.