A exposição de Arte na Haus der Deutschen Kunst

Artes, Curiosidades, Imagens Históricas, Segunda Guerra Mundial A exposição de Arte na Haus der Deutschen Kunst
* Por Talita Lopes Cavalcante


Foto de Adolf Hitler e Joseph Goebbels, juntamente com Dino Alfieri, fascista, na Exposição de Arte na Haus der Deutschen Kunst, 1939.

Adolf Hitler e Joseph Goebbels, juntamente com Dino Alfieri, fascista, na Exposição de Arte na Haus der Deutschen Kunst, 1939.

O discurso do Führer era claro sobre sua intenção da elevação não só da cultura alemã, como também da proteção cultural contra temas que massificavam-na, como “arte moderna”.

“[…] Não existe hoje uma arte alemã, francesa, japonesa ou chinesa, mas pura e simplesmente a ‘arte moderna’. […] A arte não se fundamenta no tempo, mas nos povos. A arte não pode ser uma moda. […] Cubismo, dadaísmo, futurismo, impressionismo, etc. nada tem a ver com nosso povo alemão. Porém com a inauguração desta exposição começa o fim da idiotice na arte alemã e o fim da destruição da sua cultura.[…]” (Hitler apud Chipp, 1996: 481-9).

Assim, no dia 18 de julho de 1937, a Grande Exposição de Arte na Haus der Deutschen Kunst foi inaugurada, visando a instauração de uma arte puramente nacional, desapegada de aspectos internacionalistas de obras de “vanguarda”. Na imagem em questão, Hitler aparece com Goebbels e Alfieri na Exposição de Arte ocorrida em 16 de julho de 1939, no dia da “Arte Alemã”.

Haus der Deutschen Kunst

A Haus der Deutschen Kunst (Casa da Arte Alemã) foi construída entre 1933 e 1937 para substituir a Galeria de Arte de Munique (Palácio de Vidro), que tinha queimado em 1931. Projetado pelo arquiteto Paul Ludwig Troost no estilo neo-clássico do Terceiro Reich, o edifício ainda funciona em Munique como museu de arte (Haus der Kunst).

Referências:
BORTULUCCE, VANESSA BEATRIZ, A arte dos regimes totalitários do século XX. Ed. ANNABLUME – Fapesp