Madame Tussauds: Os sobreviventes de um incêndio

Curiosidades, Personalidades, Século XIX, Século XX Madame Tussauds: Os sobreviventes de um incêndio
* Por Talita Lopes Cavalcante


Manequins semi destruídos

Algumas figuras de cera retiradas do incêndio estão empilhadas uma ao lado da outra. Esses foram uns dos únicos modelos históricos da Câmara dos Horrores salvos naquele dia.

Madame Tussauds é um museus de cera mais conhecidos do mundo. Localizado em Londres, foi fundado pela escultora Marie Tussaud e exibe figuras históricas, de filmes e assassinos famosos.

Marie Tussaud criou a primeira figura histórica de cera em 1777, à imagem de Voltaire. Após esse primeiro trabalho, ela passou a reproduzir bonecos de cera de outros personagens famosos, como
Jean-Jacques Rousseau.

Outro trabalho importante e interessante de Tussaud foi a modelação das vítimas da Revolução Francesa. A artista chegou a afirmar que ia diretamente pesquisar os cadáveres, procurando as cabeças decapitadas dos executados pela guilhotina, para só assim criar as máscaras mortuárias perfeitas, eternizando o rosto dos revolucionários e congelando uma parte tão emblemática da história.

Finalmente no ano 1835, Marie se estabeleceu na Baker Street — rua famosa de Londres — onde abriu um museu para expor suas figuras de ceras, cuja principal atração do Madame Tussaud foi justamente a Câmara dos Horrores, com as vítimas da Revolução Francesa, os manequins dos assassinos e outros criminosos famosos.

Cerca de 15 anos depois da abertura do museu, Marie Tussaud morreu durante o sono e desde então o Museu vem sendo administrado por diferentes empresas ao longo dos anos. Originalmente, a galeria das obras possuía 400 figuras, porém em 1925 o Museu foi muito danificado após um incêndio e, juntamente com as bombas alemãs em 1941, a maioria dos modelos famosos e
históricos se perdeu para sempre.

O Museu cresceu tanto em termos de fama que hoje é uma das maiores atrações turísticas de Londres e promove diversas exposições ao redor do mundo. Na imagem, algumas figuras de cera retiradas do incêndio estão empilhadas uma ao lado da outra. Esses foram uns dos únicos modelos históricos da Câmara dos Horrores salvos naquele dia.

A equipe do Museu de Imagens buscou informações para creditar as imagens, contudo, nada foi encontrado. Caso saiba alguma informação a respeito da autoria, entre em contato.
Referência:
The Guardian.