Memorial: mensagem deu uma filha órfã nos Atentados ao WTC

Frases Famosas, Século XXI, Terrorismo Memorial: mensagem deu uma filha órfã nos Atentados ao WTC
* Por Italo Magno


World Trade Center Memorial - Foto: Italo Magno Jau

Mary Kate McEarlean tinha apenas 8 anos quando seu pai foi morto nos atentados de 11 de setembro de 2011. Anos depois, Mary escreveu um memorial sobre sua experiência e deixou uma mensagem positiva, que pode servir de lição de vida para muitas pessoas.

Memorial: relato de Mary Kate McEarlean

“Meu pai era a melhor pessoa que eu já conheci e, embora ele tenha sido tirado de mim naquele dia, nada e ninguém nunca vai ser capaz de tirar os oito anos e dois dias da minha vida que eu compartilhei com ele. Depois que meu pai morreu, e depois que eu perdi tanto, prometi a mim mesma que eu nunca iria perder quem eu sou como pessoa – a pessoa que meu pai me tornou ser…

A vida é muito imprevisível e temporária para vivê-la para além de você mesmo… Experimentar uma grande perda pode deixar uma pessoa com um sentimento de vazio e falta de propósito, mas está dentro do poder do indivíduo superar essa adversidade e viver a vida com paixão.

Embora eu tenha perdido tanto há dez anos atrás, eu também ganhei lições de vida que eu nunca teria aprendido de outra forma. Eu aprendi a viver minha vida sem um único pesar. Eu aprendi a viver o hoje ao invés do amanhã. Eu agora aprecio as pessoas que me amam e a cada momento sou abençoada por ter cada uma delas. Eu aprendi a não deixar que as pequenas coisas na vida me consumam…

Admito que há muitas coisas que eu não sei sobre este mundo em que vivemos, mas eu sei que a incerteza da vida é algo certo. Se você deve um pedido de desculpas a alguém, peça-lhe desculpas hoje. Se alguém pede seu perdão, perdoa-lhe. Comece a ser a pessoa que você sempre quis ser hoje e não perca seu tempo se preocupando com o amanhã.”

Autoria da Foto e Tradução/Adaptação do Texto: Italo Magno. 9/11 Memorial World Trade Center. 2015.