O primeiro bebê de proveta do mundo

Curiosidades, Imagens Históricas, Século XX O primeiro bebê de proveta do mundo
* Por Talita Lopes Cavalcante


Após o nascimento de Louise, mais de quatro milhões de bebês nasceram pela técnica de fertilização in vitro.

Na foto, tirada em 26 de julho de 1978, Louise Brown entra para a história como o primeiro ‘bebê de proveta’, no Hospital Geral do Distrito de Oldham, Grande Manchester. Foto: Agence France-Presse (AFP)

No dia 25 de julho de 1978, Louise Brown nasceu e abriu as portas para uma nova etapa da medicina: a fertilização in vitro.

Hoje muito utilizada e difundida para casais com problemas de fecundidade, a técnica de fertilização in vitro foi criada por Robert Edwards e pelo ginecologista Patrick Steptoe, falecido em 1988.

O apelido “proveta” é uma alusão a sua criação em laboratório, uma vez que a fecundação ocorre artificialmente pela junção do óvulo com o espermatozoide. Antes da junção, entretanto, há a estimulação para que o ovário expulse diversos óvulos de uma vez. Estes são coletados e colocados juntos aos gametas masculinos em um meio de cultura próprios.

Após essa etapa, é comum que vários pré-embriões sejam formados e implantados no útero feminino. Exatamente por isso, a fertilização in vitro é responsável por cerca de 25% das gravidezes de gêmeos. Os cientistas que criaram a técnica também são responsáveis pela primeira clínica de fecundidade do mundo, criada em Cambridge. A clínica produziu aproximadamente quatro milhões de bebês, o que trouxe novas esperanças para casais que antes não podiam ter filhos.

Após 32 anos do nascimento do primeiro bebê de proveta, Robert Edwards recebeu o Prêmio Nobel da Medicina por esse grande avanço na medicina.

Referências:
– France Presse. “Primeira bebê de proveta está ‘encantada’ com Nobel para Edwards“. G1.
– HUTCHINSON, Martin. “I helped deliver Louise“. BBC News.
– “World’s first IVF baby marks 30th birthday”, Agence France-Presse, 2008.